6 dos maiores problemas ambientais atuais

Não é fácil fazer uma lista sobre os principais problemas ambientais atuais. Não só estão constantemente a mudar, como é bastante deprimente recordar-se a si próprio quantas forças trabalham em conjunto todos os dias para destruir a Terra. Muitos dos problemas ambientais que vemos hoje vêm diretamente do impacto humano.

Como podemos medir quais os problemas ambientais mais urgentes?

Existem também alguns desafios ao criar uma lista sobre os piores problemas ambientais atuais. Serão os que estão atualmente a prejudicar a maioria das pessoas? Como o aumento do nível médio da água do mar. Ou serão os que se tornarão um grande problema nos próximos 40-50 anos? Então teríamos de considerar e calcular uma vasta gama de diferentes fatores e problemas de modo a elaborar a lista.

A conclusão é que provavelmente deveríamos olhar para algo que:

1) já está a causar problemas para o mundo e

2) tem de ser parado ou invertido para que a Terra esteja em forma boa/decente daqui a 50 anos.

A lista dos 6 dos maiores problemas ambientais atuais

Se estiver com pressa, posso rapidamente resumir os problemas ambientais atuais:

1. Aquecimento global.
2. Sobrepopulação.
3. Seca e acesso a água potável.
4. Poluição de plástico.
5. Degelo e aumento do nível do mar.
6. Desflorestação.

Se quiser aprender uma coisa ou outra sobre eles, sugiro que continue a ler.

P.S.: Na verdade, é bastante interessante. Aqui estão eles, um a um.

aquecimento global como problema ambiental atual

1. Aquecimento global

De certeza que já terá ouvido falar sobre este, mas não é por isso que o colocámos como o maior problema ambiental. Se fizer uma pesquisa aprofundada sobre as consequências fatais que isto pode ter, ficaria assustado. Cada quinto documentário lançado na Netflix terá alguma ligação com o aquecimento global.

Factos da NASA sobre o aquecimento global

A NASA é uma das melhores fontes se quiser descobrir mais sobre o aquecimento global. De facto, eles criaram o seu próprio site chamado “evidência”. Aqui, enumeram diversos incidentes que podem ser diretamente associados a um planeta mais quente. Vejamos alguns dos seus factos:

– Os nossos oceanos estão 0.25ºC mais quentes desde 1969.

– Estamos a perder os nossos glaciares. Na verdade, a maioria das camadas de gelo mundiais estão a diminuir de forma bastante extensa. Entre 1993 e 2016, perdemos cerca de 281 mil milhões de toneladas de gelo. Todos os anos. Assim, durante esse período de tempo, assistimos a uma “perda de gelo” total de 6463 toneladas. É um número tão elevado que todos nós temos dificuldade em realmente compreendê-lo.

– O gelo do Oceano Ártico está num ritmo de declínio muito rápido.

– Como resultado direto do aquecimento global, assistimos a condições meteorológicas mais extremas do que nunca. Mais tufões, precipitações intensas e incêndios florestais. De acordo com a maioria dos cientistas, isto é apenas o começo de algo grave. Existem diversos documentários sobre os problemas ambientais que recomendo.

2. Sobrepopulação

Alguma vez viu um gráfico que mostra a quantidade de pessoas no planeta?

É algo deveras interessante.

Visto que o período de tempo no gráfico é bastante longo, pode parecer mais dramático do que realmente é. Mas é verdade que a população no nosso planeta está a aproximar-se bastante de atingir um nível insustentável. Desta forma estamos a assistir a sinais claros em certas partes do mundo de que não temos recursos suficientes para todos. Enfrentamos simplesmente a escassez de coisas como água limpa, alimentos e energia.

Porque é que a sobrepopulação é um problema ambiental?

Já estamos a presenciar que indústria da Agricultura Comercial está a compensar a falta de recursos através da utilização de fertilizantes químicos e pesticidas. Quando não existem alimentos suficientes no mundo para alimentar todas as pessoas que aqui vivem, as empresas tendem a inclinar-se sobre aquilo a que se chama “inovação alimentar“. Escusado será dizer que estas práticas não são boas nem para a natureza nem para as pessoas.

Um bom exemplo é a utilização de óleo de palma em muitos aperitivos e chocolates. A Mars Food Inc., a empresa que produz o famoso Mars e o arroz Uncle Ben’s, contribui para cerca de 0,2% de toda a produção de óleo de palma no mundo. Pode não parecer muito, mas é. De facto, sabemos que toda a indústria do óleo de palma está a causar problemas reais na vida selvagem da Indonésia e também em termos de CO2.

A pesca excessiva é outro bom exemplo. Há milhões de pessoas, especialmente nos países de terceiro mundo, que dependem do oceano para viver. Infelizmente, temos assistido a um número crescente de pessoas que necessitam de peixe ou outras criaturas marinhas para sobreviver – e vemos cada vez menos peixe no oceano. Todos nós conseguimos ver onde isto vai parar.

Os cientistas da Organização das Nações Unidas concluíram que existe uma probabilidade de 80% de a população global atingir entre 9,6 e 12,3 mil milhões de pessoas até 2100. Nos últimos anos tem havido muitas outras projeções, mas nenhuma delas recebeu a mesma atenção que esta pela parte da ONU.

problemas ambientais atuais Sobrepopulação

3. Seca e acesso a água potável

Existem diversas consequências graves com o aumento da seca:

– Migração de vida selvagem

– Um enorme aumento de incêndios florestais

– Menos pessoas com acesso a água potável

– Torna-se uma “guerra” de acesso à água em algumas zonas, o que provoca conflitos entre as pessoas

Um bom exemplo neste último ponto trata-se da produção de abacate no Chile. As explorações comerciais de abacate estão a utilizar tanta água devido a um aumento da procura global desta fruta, que as famílias no Chile têm dificuldade em ter acesso aos reservatórios de água.

Crise mundial de água

O water.org é um site que contém imensos factos excelentes sobre aquilo a que se referem como “A Crise Mundial de Água”. Estes são apenas alguns dos factos infelizes que apresentam:

– A cada 90 segundos morre uma criança por doenças relacionadas com a água

– Um milhão de pessoas morre todos os anos por doenças relacionadas com a higiene, causadas por falta de água doce

– 844 milhões de pessoas vivem atualmente sem aceso direto a água potável

Consegue ser irónico que tenhamos um problema como este, com glaciares cheios de água que derretem no hemisfério norte, a provocar um aumento do nível do mar, mas, por outro lado, tenhamos milhões de pessoas com falta de água doce.

Suponho que isto indica que precisamos de trabalhar em conjunto a nível global para resolver estas crises ambientais de uma forma eficiente.

problemas ambientais atuais

4. Poluição de plástico no oceano

Sabia que até 2050 haverá mais plástico no oceano do que peixe? Não é correto culpar apenas a indústria do plástico ou outras fontes que produzem e “vendem” produtos de plástico. A pesca excessiva é também um enorme problema para a vida selvagem dos oceanos e um grande contribuidor para o porquê de podermos ver este “pior cenário possível” em 2050.

Porque é que deveríamos estar preocupados com todo o plástico na natureza?

Aqui estão alguns factos. Estava tentada escrever “factos engraçados”, mas não têm graça nenhuma.

1) Só no Oceano Pacífico Norte, os peixes ingerem cerca de 25 000 toneladas de plástico todos os anos. Escusado será dizer que isto irá provoca mortes e doenças, mas também irá asswgurar que o plástico suba na cadeia alimentar para peixes maiores, tubarões e mamíferos marinhos.

2) Prevê-se que já cerca de 60% de todas as aves marinhas tenham ingerido pedaços de plástico. Este número subirá para 99% até 2050.

3) As tartarugas marinhas não comem plástico por “acidente”. Na realidade, muitas vezes confundem sacos de plástico a flutuar com comida. Como a maioria se alimenta normalmente de alforrecas e como não têm uma boa visão, acabam, muitas vezes, com sacos de plástico, cordas e linhas de monofilamento no estômago.

4) Metade do plástico produzido no mundo será apenas utilizado uma vez antes de ser deitado fora. Muito desse plástico acabará na natureza.

5) O plástico contribuiu para 10% da totalidade de resíduos que produzimos.

Não só morrem milhões de animais marinhos todos os anos devido à poluição de plástico, como também afeta os seres humanos, visto que temos tendência a ingerir tudo o que venha do mar.

poluição nos ceanos e plastico

5. Degelo e aumento do nível médio da água do mar

Isto é algo que está relacionado com o ponto 1) “Aquecimento global”. No entanto, é também um problema ambiental atual que pode ser observado e discutido separadamente.

Segundo a National Ocean Service, o nível do mar está a subir a um ritmo crescente.

Desde que a manutenção de registos fiáveis começou em 1880, o nível médio da água do mar subiu 20 cm até 2018. Prevê-se que o nível do mar subirá entre 30 cm a 1 metro até 2100. Porém, é bastante difícil para os cientistas projetar as taxas de aumento do nível do mar. A maioria dos relatórios científicos atuais são o resultado de métodos de medição “semi-empíricos” que se baseiam principalmente em dados históricos da correlação entre o aumento das temperaturas e o nível do mar.

6. Desflorestação

As pessoas da indústria do óleo de palma não são as únicas que destroem as florestas ou as florestas tropicais.

Cerca de 15% do total das emissões de gases com efeito de estufa vêm diretamente da desflorestação, mas o aumento das emissões é apenas uma pequena parte deste problema ambiental. Sabemos que cerca de 70% de todas as plantas e espécies vivem na floresta. Quanto mais cortarmos, mais espécies serão perdidas. Em situações extremas, como a que vemos na Amazónia, foram destruídos ecossistemas completos.

Desflorestação - problemas ambientais atuais

Conclusão sobre os prolemas ambientais atuais

Há muitos problemas ambientais que precisam de ser resolvidos, e isto não vai ser nenhum tipo de discurso moral. No entanto, é importante saber que todos nós podemos fazer mudanças nas nossas vidas para viver de forma mais amiga do ambiente ou de desperdicio zero. Quando lê sobre todos estes problemas, também deve pensar automaticamente no que pode fazer para os melhorar – ou pelo menos para não os agravar. Não compre artigos de plástico de utilização única, a menos que seja realmente obrigado a fazê-lo. Procure saber quais são as empresas que contribuem para uma grande parte da desflorestação e evite comprar os seus produtos.

Se todos tivermos em consideração os problemas ambientais atuais e fizermos pequenas mudanças para os combater, será mais facil entrefar este problema global e encontrar soluções para garantirmos o nosso futuro.

Close
Miss Abacate © Copyright 2021.
Close