As vantagens da vida no campo : Morar numa Quinta

Viver no campo mudou a minha vida. Para algumas pessoas é difícil de perceber o valor de passar tempo na natureza. Habituarmo-nos ao estilo de vida urbano é uma tarefa bastante fácil. Tudo está disponível a qualquer momento. No entanto, habituarmo-nos a viver na natureza é algo completamente diferente. Depois de mais de 7 anos a viver uma vida citadina, mudei-me para o campo.

Viver na natureza traz uma série de vantagens. Estudos científicos indicam que ajuda a reduzir o stress, o que leva a uma vida mais longa. Para além disso, estar menos exposto à poluição do ar é algo que pode ter um grande impacto para muitas pessoas que vivem atualmente em grandes cidades. Viver rodeado de natureza vai naturalmente contribuir para uma maior educação acerca de diversas plantas e animais.

Mais à frente neste artigo, irei falar um pouco sobre a minha própria experiência. Vou também realçar algumas descobertas científicas relevantes que não irá querer perder.

Viver no Campo : A quinta

Foi aqui que começou toda a inspiração para este artigo.(The Nomad Farm) Quando falo em “viver na Natureza” não digo necessariamente que faça a mala e se mude permanentemente para a Amazónia. Comprar ou alugar uma pequena casa de campo é suficiente. Ou simplesmente passar um fim-de-semana num hotel longe da cidade é um bom primeiro passo.

PS: Como mencionado anteriormente, algumas afirmações neste artigo são baseadas na minha própria opinião. No entanto, grande parte do texto é baseada em várias pesquisas e estudos efetuados por fontes externas e cientificas sobre sustentabilidade.

Viver no Campo The Nomad Farm

Argumento 1: Irá promover a sua longevidade

As pessoas que vivem mais próximas de áreas “verdes” tendem a viver vidas mais longas em comparação às que não o fazem. De facto, não é a natureza em si que lhe irá proporcionar mais alguns anos no planeta. De acordo com o estudo feito pelo Environmental Health Perspectives, viver perto da natureza “melhora e aumenta a saúde mental, a participação social e os níveis atividade física”.

Estes são alguns fatores que certamente muitas pessoas tendem a ignorar neste contexto. Quem é que iria pensar que ter árvores e animais por perto pudesse aumentar a possibilidade de fazer mais exercício físico?

Viver no campo jardim organico

Argumento 2: Estará menos exposto à poluição

A poluição do ar pode não parecer um fator muito significativo à primeira vista. Mas é. De acordo com um relatório recente, cerca de 40% dos europeus vive em áreas em que os níveis de poluição são “perigosamente altos”. O facto de muitos europeus e americanos encararem a poluição do ar como um típico “problema de desenvolvimento do país” faz com que muitas vezes não se perceba o verdadeiro impacto que isso pode ter no nosso corpo.

Aqui estão duas razões que explicam porque é que viver fora da cidade pode expô-lo menos à poluição do ar:

  1. As árvores ajudam a absorver partículas nocivas no ar. Por outras palavras, quanto mais árvores tiver à porta de tua casa, mais “protegido/a” estará.
  2. Fábricas e meios de transporte são o que mais contribuem para a poluição do ar, o que não encontra tão facilmente no meio da natureza.

Argumento 3: Será capaz de relaxar

Eu diria até que aproveitar a natureza é levar o relaxamento a outro nível. Vários instrutores de yoga costumam inclusivamente usar estas palavras: “Levar o relaxamento a outro nível”. No entanto, eu não sentia isto quando estava na aula dela em comparação ao que sinto quando me sento numa cadeira no meio da natureza, a ouvir os sons dos animais e a sentir o aroma das flores. É simplesmente incrível.

Argumento 4: Diminui os níveis de stress

O stress é um tipo de condição física que se pode tornar muito difícil de se lidar. O estilo de vida moderno não promove de todo a oportunidade de vivermos num ambiente relaxante. De acordo com alguns estudos, mais de 100 milhões de pessoas morrem todos os anos como resultado direto do stress. 100 milhões de pessoas anualmente. Tente refletir sobre este número por um momento e veja as possiveis vantagens da vida no campo.

De maneira a não fazer parte destas estatísticas, há certas coisas que pode fazer. Imergir na natureza é uma delas. Ewert et al (2018) publicou um estudo chamado “Levels of Nature and Stress Response”. Este estudo tentou estabelecer uma correlação entre os níveis de stress humano com os níveis de exposição dessas pessoas à natureza. A conclusão não deixa espaço para dúvidas:

“Os resultados indicam que estar em contacto com ambientes naturais pode ser benéfico para reduzir os níveis de stress, tanto físicos como psicológicos. Os visitantes de ambientes naturais apresentam níveis de stress significativamente mais baixos do que os que, por sua vez, visitam ambientes mais urbanizados ou que praticam atividades físicas em espaços fechados”.

O estudo mostrou também que uma exposição de longo prazo à natureza e vida selvagem era a melhor opção. Visitar um parque numa grande cidade ajuda, mas tem apenas um efeito limitado. Estar exposto a um ambiente urbano a longo prazo é absolutamente o pior em termos de gestão de stress.

Durante o verão passado passamos duas semanas a fazer um galinheiro no nosso jardim e foi uma atividade super relaxante.

Argumento 5: Aprenderá imenso acerca de animais

Não estou a falar em ser perseguido por um urso pardo no Norte do Alaska. Embora isso lhe possa ensinar uma ou duas coisas sobre animais. No entanto, viver perto de alguns animais que conhecemos, mas que não vemos com tanta frequência pode suscitar a nossa curiosidade sobre biologia- de uma forma bastante peculiar.

Estes são alguns dos animais com que já estive a menos de 5 metros aqui na quinta:

  1. Raposas
  2. Várias espécies de aves
  3. Sapos
  4. Cabras
  5. Todos os dias vejo diversos tipos de insetos e formigas, etc.

Conclusão- Como tirar partido da vida no campo para a sua própria saúde

Espero que consiga ter uma ideia dos benefícios de viver fora da cidade. Níveis mais reduzidos de stress, melhor saúde mental e encontros frequentes com a fauna local são apenas algumas das vantagens. Com sorte, este é um projeto que conseguirá realizar sem investir muito tempo ou dinheiro.

Outra coisa que vale a pena referir é que este assunto não é preto ou branco. Por outras palavras: Passar algum tempo na natureza é melhor do que não passar tempo nenhum. Fatores como família e trabalho podem-nos afastar da decisão de nos mudarmos para áreas menos urbanas e usufruir da vida no campo. Nesse caso, acho que estas sugestões poderão ajudar:

– Leve a dua família ou amigos a acampar durante o fim-de-semana. Compre uma tenda.

– Se sentir que não passa tempo suficiente no exterior, compre uma bicicleta. Investir numa bicicleta foi uma maneira magnífica de fazer passar mais tempo ao ar livre e de fazer exercício.

– Quando vai de férias, tente escolher sítios menos urbanos. Sei que muitas pessoas gostam de viver no centro de Lisboa mas isso não é o mais saudável… nem especial ou sustentável.

Viver no Campo
Close
Miss Abacate © Copyright 2021.
Close