Desperdício Zero: 7 Formas grátis de desperdiçar menos

Desperdício Zero

Não é facil viver uma vida de desperdicio zero mas há sem duvida formas de ajudar o ambiente com pequenas alterações dos nossos hábitos em busca de uma vida mais sustentável.

Sei que é cliché dizer isto, mas a única coisa que parece certa em 2021… é a incerteza. As nossas vidas foram desenraizadas ou postas em espera e tornou-se praticamente impossível fazer planos para o futuro. Será que os nossos empregos ou negócios vão sobreviver à pandemia? Quando é que será seguro reunirmo-nos com amigos? E… e quando é que as nossas vidas poderão voltar ao normal?

Tal como muitas pessoas, tenho sentido uma mistura de ansiedade e esperança para o próximo ano, no entanto tento permanecer presente e concentrar-me no que posso controlar neste momento (disse “tento”, ok?). Em termos de redução de desperdício, bem… as coisas parecem um pouco diferentes. Os corredores de alimentos a granel foram fechados, os mercados estão a restringir a utilização de sacos reutilizáveis, e a maioria das empresas já não oferece alimentos ou bebidas para levar as nossas próprias embalagens. Embora esteja desapontada com o facto de a nossa despensa estar repleta de embalagens de plástico e o nosso caixote do lixo estar mais cheio do que o habitual, isto também me forçou a reconhecer os privilégios que têm apoiado o meu estilo de vida de desperdício zero até à data.

A vida de desperdício zero consiste em tomar passos graduais e atentos de modo a reduzir os seus resíduos diários, e não devem ser restringidos com base no seu acesso a alimentos a granel e a outros recursos livres de plástico, rendimentos, localização, etc. Não importa o que acontecerá com o mundo nos próximos meses, há muitas coisas que pode fazer neste momento para reduzir o desperdício sem gastar dinheiro ou ter acesso a opções a granel. E, se é novo no movimento do desperdício zero ou se se sente intimidado em participar, esta é uma ótima forma de começar e de criar um enorme impacto na redução do desperdício.

Desperdicio Zero Portugal

Ideias para desperdiçar menos :

1. Antes de deitares fora… O primeiro passo para reduzir o desperdício é familiarizar-se com o que está a deitar fora. Primeiro, considere se realmente pertence ao caixote do lixo. Descubra de que materiais é feito e descubra se pode ser reciclado ou composto. Fiquei surpreendida ao descobrir que alguns objetos que normalmente deito fora não pertenciam ao caixote do lixo, como rolos de cozinha e cotão (ambos compostáveis) e sacos de plástico macios (recicláveis no ponto de entrega correto). Para tudo o resto que pertence ao caixote do lixo, repare nos padrões. Quais são os objetos mais comuns a serem atirados para o lixo – embalagens de alimentos, material de limpeza, produtos de beleza? Isto vai ajudá-lo a dar prioridade aos seus esforços de redução de desperdício de modo a obter um maior impacto.

2. Quebre o wish-cycling (consiste em querer reciclar algo que simplesmente não é reciclável). Existe um ditado sobre a reciclagem: “É um bom sítio para começar, mas um péssimo sítio para terminar.” Embora a reciclagem seja uma parte importante na redução de resíduos, é necessário adotar várias abordagens nesse sentido, incluindo reduzir o quanto consumimos e reutilizar o que já temos. Mas quando reciclamos, temos de o fazer de forma responsável. As restrições da reciclagem podem variar muito conforme a localização, por isso, não se esqueça de consultar o site de gestão de resíduos da sua localidade. Se ficar com dúvidas, faça uma pesquisa mais aprofundada, telefone à gestão de resíduos ou deite o objeto no caixote do lixo. Estima-se que um em cada quatro objetos colocado na reciclagem não pertence lá; a contaminação na reciclagem pode até enviar um caixote inteiro para o aterro sanitário (e, em alguns casos, uma carga inteira de camião).

Reciclar - desperdicio zero

3. Organize cuidadosamente. Organizar a casa não só lhe poupa o espaço físico, como também poupa o seu tempo e a sua atenção. Quando temos menos coisas, temos mais tendência a preservar os nossos pertences com mais cuidado e fazê-los durar mais. E, quando conseguimos ver mais facilmente aquilo que temos, temos menos tendência a comprar objetos iguais ou desnecessários. Descobri que organizar e cuidar de uma casa mais minimalista mudou os meus hábitos de consumo – tornei-me mais cautelosa, comecei a prestar mais atenção de que materiais os produtos são feitos e a considerar onde irão parar no final da sua vida.

4. Acabe com as embalagens descartáveis. Apesar de parecer tentador juntar e deitar fora todo o plástico e artigos descartáveis que tem guardado e começar de novo com substitutos bonitos e reutilizáveis, é algo que não o recomendo. Leve o tempo necessário a usar todos os seus objetos de utilização única, incluindo sacos para sanduíches, esponjas de cozinha, produtos de beleza e higiene e rolos de cozinha. Deixe que cada objeto sirva o seu propósito e dê tempo a si próprio para pesquisar como esse objeto pode ser substituído assim que terminar. Isto irá dar-lhe tempo para integrar alternativas sem plástico e adaptar-se a um estilo de vida sem desperdício.

desperdicio zero sacos reutilizaveis

5. Peça emprestado ou compre usado. Não é surpresa nenhuma que, quando compramos menos, criamos menos desperdício. Mas quando temos que realmente comprar algo, um artigo outrora utilizado mostra ser a via mais sustentável. Comprar em segunda mão não só mantém um determinado artigo fora dos aterros sanitários, como também reduz os desperdícios relacionados com a embalagem, o fabrico, o envio e o material que acresce à compra de um artigo novinho em folha. Portanto, antes de comprar algo novo, veja se pode pedir emprestado a um amigo ou comprar em segunda mão. Se isto for possível, adie a sua compra e veja se realmente precisas/quer. Muitas vezes, quando esperamos, perdemos o impulso de comprar ou encontramos outra coisa que pode funcionar no seu lugar.

6. Reduza o desperdício alimentar. Sabia que os alimentos, ao contrário do plástico, são o material mais desperdiçado nos aterros sanitários? Todos nós podemos fazer melhor para reduzir o desperdício alimentar e isto começa antes mesmo de entrarmos no supermercado. Começa por olhar para a sua despensa e para o seu frigorífico e tentar criar um plano de refeições para a semana com os produtos que já tem. Depois, torne-se eficaz a armazenar devidamente os produtos (sem plástico!). Mantenha um frigorífico arrumado e organizado para que possa facilmente identificar o que precisa de ser consumido primeiro e tente ser criativo com os seus restos de comida. Muitos restos de legumes podem ser guardados para fazer uma sopa de legumes saborosa, o pão duro pode ser triturado para fazer pão ralado e as bananas escuras podem ser transformadas em pães e queques.

Sopa de vegetais

7. Consertar/reciclar objetos partidos. Somos rápidos a deitar fora as coisas quando ficam sujas, danificadas ou partidas e comprar um substituto. Calma aí! Com um pouco de pesquisa e trabalho árduo, poderá ser capaz de consertar algo (ou encontrar alguém que o possa fazer por ti). Tudo desde solas de sapatos gastas (procura um sapateiro), aparelhos eletrónicos partidos (entre em contacto com o fabricante ou procure um local para a sua reparação), a um tapete sujo (pode fazer com que pareça novo com alguns ingredientes domésticos – pesquise um pouco sobre isso!). Se não puder ser reparado, e não puder ser reutilizado, descubra se pode ser reciclado. Há muitas opções para artigos difíceis de reciclar que o podem surpreender, e com algum esforço, pode ajudar a mantê-los fora dos aterros sanitários. Considera ainda comprar roupa em segunda mão se precisar de roupa nova.

Espero que estas dicas o ajudem a começar a viver com menos desperdício e a caminhar em direção a um estilo de desperdicio zero ( ou perto disso). E, se houver alguma coisa que queira acrescentar, adorava receber uma mensagem sobre desperdicio Zero. ❤️

Fechar
Miss Abacate © Copyright 2021.
Fechar