Como crescer a Suculenta Echeveria

Tudo o que precisa de saber para crescer a Suculenta Echeveria

Echeverias são uma das suculentas mais populares em todo mundo e são frequentemente encontradas em jardins de suculentas, arranjos florais, terrários, obras de arte, e até bolos de casamento. O formato da suculenta echeveria deslumbrante em rosácea, folhas carnudas, e grande variedade de cores confere-lhes uma semelhança impressionante às flores, tornando-as perfeitas para decoração. A sua aparência única e necessidades básicas de manutenção tornaram as echeverias bastante populares.

Nome BotânicoEcheveria
Nome comumEcheveria
Tipo de PlantaSuculenta
Tamanho adultoVários
Exposição solarLuminoso, luz direta
Tipo de soloBem drenado
pH do solo6.0
Época de floraçãoInício da Primavera até ao Verão
Cor da florVárias
OrigemAmérica Central, México, América do Sul

Como cultivar uma Suculenta Echeveria

A echeveria é um tipo de suculenta oriunda das zonas da América Central, América do Sul e México. Suculentas do tipo Echeveria podem distinguir-se de outras suculentas, como as Haworthias e Sempervivums, pelas suas folhas carnudas e macias que exibem um formato deslumbrante em rosácea. Em termos de tamanho, podem atingir entre 5 cm a 30 cm de altura dependendo da sua variedade.

Graças à sua facilidade de manutenção, as echeverias têm ganho imensa popularidade entre jardineiros e pequenos amadores de plantas de casa. Adaptam-se perfeitamente a ambientes luminosos e secos e apreciam até períodos de negligência, o que torna as echeverias plantas ideais para ter em casa quer tenha tempo ou jeito para jardinagem ou não.

Luz

As echeverias necessitam de uma quantidade substancial de luz de maneira a crescer. Devem receber pelo menos quatro a cinco horas de luz direta e luminosa por dia. Se não receberem luz suficiente irão tornar-se excessivamente alongadas, “esticando-se” muitas vezes,em direção à fonte de luz mais próxima. É também improvável que floresçam. Colocar a sua echeveria no exterior durante os meses de verão ajudará no seu crescimento e desenvolvimento.

Suculentas Echeveria com flor

Solo

As echeverias necessitam de um meio de cultivo poroso e bem drenado para ajudar a evitar o excesso de humidade nas suas raízes. Misturas de terra para cactos comuns são suficientes para as Echeverias, e podem ser encontradas na maioria dos viveiros e hortos. Em alternativa, pode criar a sua própria terra para cacto ao misturar três partes de terra para solo comum com duas partes de areia grossa e uma parte de perlite.

Água

A irrigação é o aspeto mais importante para um cuidado adequado das echeverias. As echeverias, como a maioria das suculentas, não precisam de muita água. É preferível regar a sua echeveria a menos do que a mais, visto que podem rapidamente sucumbir ao apodrecimento das raízes se regadas em demasia. Espere até a terra estar completamente seca para regar a sua echeveria, e depois regue bem, deixando a água correr pelos orifícios de drenagem do vaso.

Durante os meses de verão, a echeveria deve ser regada com maior frequência do que durante o inverno.

Temperatura e humidade

As echeverias dão-se bem com condições quentes e secas. Na sua maioria, não toleram temperaturas baixas ou correntes de ar frias e a humidade em demasia pode levar ao apodrecimento das raízes. A temperatura e níveis de humidade médios de uma habitação são geralmente suficientes para as echeverias – garanta apenas que não as coloca num local demasiado húmido como uma casa de banho ou lavandaria.

Suculentas Echeveria

Fertilizante

Fertilizar regularmente não é um requisito para o crescimento das echeverias. Como estão habituadas a crescer num solo fraco em nutrientes, fertilizar as suas plantas em demasia faz com que se tornem suscetíveis a queimaduras. Fertilizar ocasionalmente durante a primavera e meses de verão pode ajudar as echeverias durante o seu período ativo de crescimento, mas isto deve ser feito com cuidado. Use um fertilizante para cactos ou suculentas, ou um fertilizante líquido diluído duas a quatro vez mais do que o normal.

Plantar e replantar

Plantas do género da echeveria não necessitam de ser replantadas com frequência, devendo ser replantadas apenas quando crescem acima do vaso. Para replantar uma planta echeveria deve garantir que a terra está completamente seca antes de remover a planta do seu vaso. Com muito cuidado, remova o excesso de terra das raízes antes de colocar a planta no seu novo vaso. Replantar na primavera é recomendado visto que a planta estará prestes a entrar no seu período ativo de crescimento.

Propagação de Suculentas Echeverias

A propagação de echeverias é uma forma fácil e divertida de criar novas plantas. A echeveria propaga-se de duas formas diferentes: através da separação, e através do corte de folhas. Uma planta echeveria feliz e saudável consegue produzir rebentos a partir do seu caule principal, que podem ser propagadas como uma planta separada.

Em alternativa, as echeverias podem ser propagadas através de cortes nas folhas. Para tal, separe cuidadosamente uma folha do caule principal da planta agitando-a gentilmente de um lado para o outro até esta se desprender do caule. Coloque a folha na horizontal num tabuleiro ou vaso com terra num local iluminado, mas evite luz solar direta. Não deve regar a folha até começar a criar as suas próprias raízes, o que acontece normalmente no prazo de 2 a 3 semanas. Assim que as raízes se desenvolverem, regue moderadamente tal como faria com uma suculenta adulta. Após cerca de um mês, uma pequena rosácea começará a desenvolver-se na folha. Não deve separar a folha da rosácea porque esta esta a fornecer a energia e nutrientes á nova suculenta. Ao longo do tempo, a folha antiga irá murchar e morrer enquanto a nova suculenta se torna mais independente.

Suculentas Echeveria

Variedades de Suculentas Echeverias

Existem mais de 100 variedades de echeverias. Algumas das variedades mais conhecidas, incluem a Echeveria Black Prince, Echeveria Perle Von Nurnberg, Painted Echeveria Nodulosa e a Echeveria Violet Queen.

Veja aqui 20 dos mais interessantes tipos de Suculentas.

Toxicidade da Suculenta Echeveria

Boas notícias, para aqueles com de animais de estimação – as suculentas da variedade echeveria são seguras e não são toxicas aparaanimais de estimação e humanos! De facto, as echeverias são regularmente utilizadas em bolos de casamento. No entanto, animais de estimação e crianças perto de echeverias devem ser supervisionados já que, apesar de não serem tóxicas, o seu consumo não é recomendado.

Poda

Geralmente, as echeverias não necessitam de poda frequente. No entanto, se a sua echeveria se tornar alongada devido a falta de luz solar, irá necessitar de alguma poda para manter a planta saudável e com aspeto atraente.

Espero que tenha gostado deste artigo. Não se esqueça de aprender os cuidados a ter com as suculentas para garantir que elas crescem saudáveis e felizes em sua casa 🙂

Close
Miss Abacate © Copyright 2021.
Close