20 Tipos de Suculentas que vai adorar

20 Tipos de Suculentas

Hoje em dia, vemos diferentes tipos de suculentas em todo o lado – desde o bouquet da noiva até aos vasos suspensos ou terrários.

São a moda que está a ocupar não só os nossos jardins, como os casamentos e a decoração da casa. As suculentas são um tipo de planta que cresce em climas secos, sendo que a maior parte delas são oriundas de áreas como a África ou América Central, onde o clima é muito quente e há pouca humidade. Devido à sua capacidade de armazenar água nas suas hastes, estas plantas podem aguentar bastante tempo ao sol com pouca rega.

As suculentas são conhecidas pela sua baixa necessidade de manutenção e longa duração de vida, o que as torna ideais para as pessoas que trabalham todo o dia, que têm pouco tempo, ou simplesmente não são as melhores cuidadoras de plantas. Estas plantas são ótimas para dar estrutura e um aspeto vibrante aos jardins e aos lares. Há muitos tipos de suculentas que podem ser usadas como plantas de canto num escritório em casa, ou como um toque de cores num jardim exuberante. 

Por outro lado, apesar destas plantas serem resistentes à seca e de simples manutenção, elas têm preferências em termos de localização. Para o ajudar a conhecer os diferentes tipos de suculentas e onde crescem melhor, nos criámos uma lista com os 20 tipos mais comuns e populares. Dividimos a lista em duas categorias: variedades de suculentas de espaços interiores e de exteriores.

tipos de suculentas

10 tipos de suculentas de espaços interiores

Há uma razão pela qual as plantas suculentas estão tão na moda. Não só crescem sozinhas, como também combinam com outros tipos de flores (também há suculentas com flores). As suculentas oferecem uma variedade de formas, cores e estilos que ficam bem em qualquer lugar, seja numa sala de escritório ou até num quarto de criança.

As suculentas de espaços interiores crescem melhor em locais secos e com pouca humidade. Apesar de gostarem de luz solar direta, também se conseguem adaptar a níveis mais baixos de luz, tornando-as perfeitas para a decoração do seu lar.

Continue a ler para descobrir os 10 tipos de suculentas mais populares para interior.

Rabo-de-Burro (sedum morganianum)

Também conhecida com suculenta Rabo-de-Burro, esta planta é uma das plantas mais fáceis de se propagar e cuidar, daí ser tão popular. A Rabo-de-Burro tem este nome pela sua capacidade de crescer até 60 cm com uma forma que faz lembrar uma cauda. Curiosamente, esta espécie é um cacto e, apesar de todos os cactos serem suculentas, nem todas as suculentas são cactos. Esta suculenta cresce melhor em espaços interiores, colocada num vaso bem drenado, onde as suas longas hastes podem descer pelos cantos do vaso.

Coroa-de-Cristo (euphorbia milii)

A Coroa-de-Cristo é uma excelente planta de interior porque se ajusta perfeitamente a locais secos e à temperatura ambiente. Para um melhor cultivo e bons resultados, coloque a sua suculenta ao pé de uma janela onde possa apanhar entre três a quatro horas de luz solar direta por dia. A Coroa-de-Cristo é muito tolerante quando se trata de esquecimentos na sua rega, mas garanta que só a rega quando a terra que a envolve está totalmente seca. Na Tailândia há uma lenda que diz que o número de flores que florescem desta espécie prevê o futuro do cuidador da planta – trate bem dela!

tipos de suculentas: Coroa-de-Cristo (euphorbia milii)

Flor-da-Fortuna (kalanchoe blossfeldiana)

A Flor-da-Fortuna é uma planta de espaço interior comum, oriunda do Madagáscar. Prefere temperaturas entre os 15º e 29ºC e é extremamente sensível ao frio, sendo essa a razão pela qual se dão melhor em espaços fechados. Esta suculenta cresce melhor em vasos de argila/barro com furos por baixo para a drenagem. Preferem áreas com boa luz e produzem mais botões e flores quando são expostas a entre 8 a 10 horas de luz solar direta por dia. No final do outono e início do inverno, desabrocham flores com quatro pétalas que vão desde o vermelho escuro até ao dourado ou branco. Dá um aspeto muito bonito como centro de mesa ou até numa secretária.

Planta de Jade (crassula ovata)

A Planta de Jade é semelhante ao bonsai na maneira como cresce e na sua manutenção. Tem um tronco grosso com ramos que crescem para o lado, como uma árvore em miniatura. Esta suculenta tem umas folhas grossas, brilhantes e verde escuras que se desenvolvem de forma oval. Algumas variantes desta planta podem ter uma cor avermelhada na ponta da folha. Com o passar do tempo e dependendo das condições, a Planta de Jade pode desenvolver flores de cor branca, ou rosa, que florescem em forma de estrela.

Aloe Vera (aloe vera)

A Aloé Vera é uma variedade de planta de interior que é mais conhecida pelos seus benefícios para a saúde. Devido às suas características, o cultivo desta planta tem sido feito, em climas tropicais, e é muito usada pelas suas propriedades medicinais. Pode utilizar as propriedades da Aloé Vera para tratar raspões e queimaduras, e por essa razão é uma planta útil para ter por casa. Esta suculenta pode ser usada como pomada para queimaduras, loção corporal, bebida ou até na cosmética. Pode também ser usada como parte da decoração, se a colocar no interior do seu lar. Esta planta tem hastes grossas e pontiagudas de cor verde-acinzentada, com pintas brancas que se espalham desde a sua base.

tipo de suculentas - Aloe Vera

Orelha-de-Gato (kalanchoe tomentosa)

A Orelha-de-Gato é uma das plantas de interior mais curiosas devido às suas pequenas folhas com pelos. A sua aparência aveludada e os rebordos das suas folhas de cor castanha-avermelhada, são o que lhe dão o nome de Orelha-de-Gato.  Dentro do seu lar, elas podem viver muitos anos e apesar de, em certas circunstâncias poder dar flor, é muito raro acontecer. Devido ao seu tamanho pequeno e à sua textura macia, fica muito bem num quarto de criança ou em vasos suspensos ou de parede.

Cato Mammillaria Crinita (mammillaria crinita)

Esta planta é da extensa e variada família dos cactos e tem espinhos pontiagudos que cobrem todo o seu exterior. Tem origem no México, mas também já foi encontrada em algumas áreas a sudoeste dos Estados Unidos da América.  Esta suculenta pertence à família mammillaria, que consiste em mais de 250 espécies de catos. A palavra “mammillaria” provém do latim e significa “mamilo”, referindo-se ao formato de tubo que sobressai do seu exterior. Este cacto miniatura não chega a crescer mais que 15 cm e pode produzir flores vibrantes que dão um ambiente de “deserto” ao seu lar.

Sedum Spurium

Esta planta é uma suculenta de pequenas dimensões que pode crescer entre 10 a 15cm. Tem um cultivo rápido, e dá-se muito bem em vasos colocados nos parapeitos das janelas. No verão, esta suculenta desenvolve conjuntos de flores com forma de estrela de cor rosa clara, que dão vida à decoração do seu lar. Podem também, dar textura a um arranjo floral, por exemplo. Esta planta prefere luz direta, ou sol pleno, em vez de sombra parcial e por isso é recomendado que a coloque no parapeito da janela.

Tipos de Suculentas

Espada-de-São-Jorge (sansevieria trifasciata)

Oriunda da África Ocidental, a Espada-de-São-Jorge é uma das suculentas mais fáceis de cultivar. Pode ser esquecida por longos períodos de tempo e mesmo assim ter uma aparência vibrante. Esta planta, com folhas longas em vários tons de verde, é uma das suculentas de espaço interior mais tolerantes a pouca luminosidade e consegue sobreviver em divisões com pouca luz e pouca rega. Há, inclusive, estudos que confirmam que esta planta pode melhorar a qualidade do ar que respira na sua casa, removendo toxinas e poluentes enquanto dorme!

Suculenta Zebra (haworthia fasciata)

A suculenta Zebra pode crescer até aos 15cm de altura e largura. Não ocupa demasiado espaço e não requer muitos cuidados, por isso é uma ótima planta de interior. Este tipo de suculentas tem este nome devido às listras brancas que tem nas suas enigmáticas hastes, que crescem do centro em várias direções. As suas raízes são superficiais e crescem melhor em vasos pequenos. A suculenta Zebra produz pequenas flores amarelas em forma de cone, que vivem cerca de uma semana. São delicadas, crescem devagar e têm uma aparência excêntrica. Podem ser prendas muito criativas e são uma  ótima decoração numa estante ou secretária.

10 Tipos de Suculentas de exterior

As suculentas são uma ótima aquisição para o seu jardim exterior. Dão estrutura e complexidade a um jardim e podem ser plantadas diretamente no solo ou em vasos.  Há inúmeras características que tornam estas suculentas perfeitas para o exterior – algumas são demasiado grandes para estar no seu lar, e outras precisam de luz solar direta e constante para crescerem na sua totalidade.

A coisa mais importante a considerar quando se cultiva suculentas no exterior é o sol. Muitas instruções de cultivo mencionam: “sol pleno”, mas isto não significa necessariamente que elas conseguem aguentar temperaturas de 35ºC. Aqui está uma lista das 10 melhores suculentas para cultivar no seu jardim exterior.

Sempervivum Tectorum

Sempervivum significa “viver para sempre”, o que torna esta suculenta perfeita para aqueles que não têm um talento natural para o cultivo. Esta suculenta propaga-se muito facilmente e produz muitos rebentos. Com mais de 3000 espécies diferentes, este tipo de Sempervivum vem com uma enorme variedade de cores que pode misturar no seu jardim. Se houver um cultivo rigoroso, elas podem produzir flores vermelhas que florescem na forma de uma coroa. Esta suculenta só vive até aos 3 anos, mas devido à sua capacidade de propagar, elas “vivem para sempre”.

Vermiculária (sedum spp.)

A suculenta vermiculária aparece nas mais variadas cores, desde verde forte e rosa até prateado e azul. Existem dois grandes tipos de sedum – altos e rasteiros. Os sedums altos têm longos caules que crescem para se alcançar entre 30 cm e 90 cm de altura. São conhecidos por fazer florescer grupos de flores coloridas que ficam bem num jardim de verão. Os sedums rasteiros crescem no solo e são geralmente usados em jardins de pedra, paredes de pedra ou telhados.

Agave Ovatifolia

Esta suculenta agave é oriunda do México, aparecendo em montanhas de altitude entre 1125 e 2130 metros. As suas folhas têm uma cor verde clara, e são largas e rasas, assemelhando-se à língua de uma baleia (em inglês, o nome comum desta suculenta é Língua de Baleia). Ela pode crescer até a 1,5 m de altura e 1,8 m de largura. Devido ao seu tamanho, são mais indicadas para cultivar no exterior. Atingem o seu tamanho máximo se forem regadas com regularidade, e podem produzir flores que chegam até aos 4 metros de altura!

Tipos de Suculentas Portugal  Agave Ovatifolia

Cacto de Bola (parodia magnifica)

Este cacto em forma de bola é um cacto com aparência única, podendo crescer entre 1 e 2 metros de altura, o que o faz parecer um balão de ar quente. No entanto, este cacto não é tão suave como um balão, pois está coberto de espinhos no seu exterior. Este cacto produz pequenas flores amarelas que geralmente crescem em cachos.  Fazem furor em quintais, ou vasos num jardim. A sua forma e aparência dão um ar de deserto à estética do seu jardim.

Echeveria (echeveria pulvinata)

Esta planta, que tem uma aparência de peluche, é coberta de pequenos pelos brancos que brilham ao sol, dando-lhe uma cor prateada. É oriundo do Sul do México e produz rebentos de cor amarela-alaranjada que espelham o pôr do sol. Tem preferência por sombra parcial e pode ser cultivada no solo diretamente, ou colocada em vasos no jardim. Para melhores resultados é importante que esta suculenta seja replantada durante os meses mais quentes. Antes de a replantar, confirme se a terra está completamente seca.

Rosa-de-Pedra (echeveria spp.)

Esta suculenta é da família das Echeverias e tem origem na California. Há mais de 40 variedades diferentes desta suculenta, estando algumas delas em vias de extinção. A sua forma assemelha-se a uma rosa, pois as suas folhas têm um arranjo em forma circular. A maior parte das folhas tem pontas arredondadas, que com bom tratamento podem viver até aos 100 anos! No seu habitat natural, esta planta cresce em colinas para evitar a entrada de água nas suas folhas – por isso, evite que água caia nas folhas, quando a regar.

Tipos de Suculentas Portugal  Echeveria elegans

Bálsamo (cotyledon orbiculata)

O Bálsamo, em inglês, é vulgarmente chamado de “orelha-de-porco”, pela forma das suas folhas – ovais, grossas, e com as pontas vermelhas. No final do verão e início do outono, começam a crescer flores amarelas e vermelhas, que caem sobre as suas hastes altas. Quando totalmente amadurecidas, podem crescer até 1,5 m, sendo uma ótima aquisição para um jardim exterior.

Adapta-se melhor a áreas secas como um jardim de suculentas, jardim de pedra ou até em cestos suspensos! O Bálsamo não requer muita rega, mas pode ocupar muito espaço, por isso, planeie bem onde o quer plantar.

Saião (aeonium arboreum)

O Saião, em inglês, também é conhecido como “rosa negra”, referindo-se à cor bordô escura das suas folhas em forma de rosa.  No inverno, esta planta produz flores amarelas que criam um bonito e inesperado contraste com a sua folhagem escura. Esta suculenta prefere sol pleno, e é por isso que cresce melhor no exterior. Normalmente é plantada em canteiros com outras flores e gostam de crescer juntas, em grupos.

 Aeonium Davidbramwellii

Esta suculenta é também conhecida como “catavento de cobre” em inglês, pois tem folhas amarelas que nascem de uma maneira circular à volta do seu centro, e é considerada como sendo uma planta tricolor devido aos seus tons de verde, branco e amarelo. É uma suculenta híbrida, membro da espécie Aeonium, muito popular no mundo das suculentas de exterior. Expande-se com pequenas rosáceas de onde florescem flores brancas no verão. É oriunda das Ilhas Canárias e pode ser cultivada à beira mar, chegando a crescer até aos 60 cm de altura.

Tipos de suculentas  Aeonium Davidbramwellii

Aloe Aristata

A folhagem desta planta começa por ser de um verde claro, mas escurece com a exposição ao sol. No verão, desabrocham flores cor de laranja que chegam até aos 50 cm e que fazem lembrar uma tocha. Não tem as propriedades medicinais da sua prima Aloé Vera, mas tem a capacidade única de crescer até grandes alturas. Se for bem cuidada, esta planta pode crescer até aos 3 metros de altura e 45 cm de largura. São ideais para iluminar o seu jardim e criar um ambiente de verão.

Desde as paredes do seu jardim até a vasos suspensos, as suculentas são a aquisição perfeita para qualquer casa ou canto verde. Para além de serem bastante fáceis de cuidar, dão diversidade e textura ao que pode ser uma área com menos vida ou brilho.

Pode até ser interessante misturar diferentes variedades de suculentas de interior para acrescentar vitalidade à decoração do lar. As suculentas ficam sempre bem como plantas de escritório, nos parapeitos das janelas da cozinha, ou como centro de mesa, por exemplo.

Espero que tenha gostado de conhecer estes diferentes tipos de suculentas e continue a criar e cultivar vasos e jardins incríveis!

Close
Miss Abacate © Copyright 2021.
Close